health

Legado Suburbano

Entre as tábuas impregnadas pelo eco das discussões
busquei nas prateleiras o pó de velhas lembranças:
o mofo, as cinzas, as teias, signos de cobranças,
Da apologia da miséria despertada em alusões.

O tempo de criança ali jogado, relíquias em trapo,
riscas de giz, brinquedos improvisado: sementes,
espigas, tecidos, o balanço está quebrado,

Inferno! Lembro-me de maltratos... [Ausentes]
a luz, a água, o vento, elementos ascendentes,
das lágrima contida aos desejos acalentes.
No passeio ao passado, de ego acurado
vejo seu rosto em fracos traços desfigurados

Para que perdoar-te se me deixas eterno legado?
Por que suburbano foste sem ser condicionado?

Servir-me-ia do passado de alma acalmada,
um dia sentir, e lembrar, a arte de ser amada.
Para onde seguirei recuso teu retrato empoeirado
Serás esquecido, nesta casa não volto...
Nosso encontro está adiado.

Winderson Marques
Legado Suburbano Legado Suburbano Reviewed by Winderson Marques Machado on maio 18, 2012 Rating: 5
Postar um comentário

social counter

Tecnologia do Blogger.