30 de maio de 2012

Melhores Momentos de USA (1) x Brasil (4)

O Brasil segue firme a caminhada rumo às Olímpiadas de Londres. Em amistoso realizado no estádio
FedEx Field, em Washington, o time comandado por Mano Menezes fez 4 a 1 nos EUA e mostrou mais uma vez que a "molecada" é a bola da vez na seleção. Contra um time principal americano e que vinha de goleada de 5 a 1 sobre a Escócia, a Seleção foi superior e assim como contra a Dinamarca saiu com a vitória.


O JOGO - A primeira jogada de perigo foi aos 7 minutos, quando Hulk tabelou com Sandro e cruzou na área, mas Tim Howard, esperto, saiu do gol e fez a defesa. O Brasil estava melhor em campo e dois minutos depois Oscar fez ótima jogada pela direita, levantou a cabeça e fez lançamento para a esquerda. Neymar, inteligente, deixou a bola passar e Leandro Damião recebeu, dominou e chutou. A bola bateu no braço de Onyewu, o juiz marcou pênalti e na cobrança Neymar bateu com categoria e fez 1 a 0.

Os EUA apertou e tentou o empate em chute de longe de Landon Donovan, aos 13. Mas o Brasil, com sua marcação-pressão, não dava espaços para a saída de bola do time americano e aos 17 minutos quase ampliou em jogadinha com grife do Internacional. Oscar apertou R2, deu um totózinho por cima da defesa e encontrou Leandro Damião livre. O camisa 9 ficou na cara do goleiro, mas chutou sobre Howard e perdeu ótima oportunidade.

Aos 24 minutos os EUA quase empataram. Donovan cobrou falta na área e Bocanegra cabeceou por cima. Mas o Brasil revidou. Oscar acionou Marcelo pela esquerda, que cruzou e Howard afastou mal. Hulk ficou com a sobra, jogou na pequena área e a zaga do Tio Sam jogou para escanteio. Após duas cobranças, Neymar colocou na cabeça do capitão Thiago Silva, que fuzilou Howard para fazer 2 a 0. Foi o primeiro gol da estrela do Milan com a camisa brasileira.

Jogando em casa a seleção treinada pela alemão Jürgen Klismann não se intimidou e seguiu na busca pelo gol. Aos 28 Donovan pegou rebote na área e mandou longe. O problema dos EUA é que a cada investida levava vários contragolpes, principalmente quando o Brasil imprimia o sistema de marcação. Aos 38, Leandro Damião roubou a bola no meio e partiu em velocidade. Ao entrar na área, chutou cruzado e a zaga afastou. A joga prosseguiu e pela direita Oscar, jogando muito, tocou de calcanhar para Marcelo, que cruzou na área e a defesa mais uma vez tirou o sufoco. Aos 42, mais Oscar. O camisa 10 recebeu de Hulk e mandou de fora da área, mas a bola foi longe. O Brasil não fez, mas os EUA finalmente foi para as redes. Pela esquerda, boa jogada de Bradley e Johnson e após cruzamento, Gomez se antecipou à Juan e diminuiu.

SEGUNDO TEMPO - O Brasil voltou com o mesmo ritmo da etapa inicial. Hulk tentou logo no primeiro minuto, mas o camisa 20 apenas participaria do terceiro gol, cinco minutos depois. Marcelo escapou pelo meio de campo, tocou para a direita para Hulk. O atacante do Porto tocou para Neymar na ponta, que consciente, passou para Marcelo que, livre na entrada da área, chutou para o gol. Assim como na etapa inicial, os EUA não se abatarem com o revés. Aos 18 minutos, Johnson aplicou belo drible em Thiago Silva e jogou na área. Gomez aproveitou a indecisão da defesa, cabeceou e com Rafael batido, Dempsey (que entrara na vaga de Torres) só não fez porque Rômulo chegou e tirou para escanteio.

O Brasil voltou ao ataque, e mais uma vez pelo lado esquerdo. Tabela rápida de Oscar e Neymar e o camisa 11 do Santos cruzou para a área. Alexandre Pato, que havia entrado um minuto antes na vaga de Damião deu carrinho, mas mandou na trave direita de Howard. Aos 30 Oscar carregou bola pelo meio e mandou o canudo, mas o goleiro americano pegou. Os EUA respondeu no lance seguinte, quando Gomez recebeu livre na área, chutou forte e Rafael defendeu. No rebote, Boyd ficou com o gol escancarado, mas Rafael defesa espetacular.O time americano apertou. Aos 38 cobrança de falta da direita, Bradley subiu e Rafael vôou para nova bela defesa. No escanteio, cabeçada de Onyewu no travessão. Só que do outro lado estava um Brasil mortal nos contra ataques e aos 42 minutos Marcelo cruzou da esquerda e Alexandre Pato chutou forte para estufar as redes.

FONTE: http://torcidaec.blogspot.com.br/2012/05/eua-1-x-4-brasil-garotada-mantem-embalo.html por Lucas Valério

Google+ Followers