17 de abril de 2012

A era dos Blogs como instrumento para a manifestação da Nova História Cultural

Entre as discussões pertinentes ao consumo de informações é possível adequar o tema para o campo da História, e aduzir conceitos antigos para uma visão contemporânea. Por exemplo: a denominação de História Cultural, também conhecida como a Nova História Cultural, com a proposta de atender ao público de uma forma geral, abrangendo questões relacionadas às manifestações populares, costumes, crenças entre outros temas de caráter popular pode nos dias atuais incorporar-se as tendências do mundo informatizado. Na História Cultural existe uma estreita relação com a informalidade, porém não perde a essência doutrinária, investigativa e conceitual, mas sim somar no sentido de deixar os textos dissertativos, noticiários, gêneros literários e a didática em sala de aula entre outros métodos de Ensino com uma linguagem acessível a todos os expectadores.

A Nova História Cultural não se confunde com História da Cultura, pois esta apresenta uma concepção elitista, na qual centraliza as discussões dentro das manifestações de cunho filosófico, artístico, literário, não se preocupando em dialogar com classes desprovidas de conhecimento técnico e científico.

Diante das abordagens é notável assimilar que as propagações dos Blogs estão intimamente sendo concebidos no ventre da Nova História Cultural, onde o escritor (blogueiro) transmite a informação de maneira simples e deixando vícios peculiares de sua reflexão e levando os leitores a este mesmo processo de refletir, analisar e digerir o que lhes servem ou não como enriquecimento na aprendizagem.

Google+ Followers