As Viagens de Gulliver

Lemuel Gulliver (Jack Black) trabalha há 10 anos como entregador de correspondência de um jornal de Nova York. Ele sonha em ser algo maior, mas não tem coragem para se arriscar junto aos editores de seu local de trabalho. O mesmo vale para Darcy Silverman (Amanda Peet), editora do jornal por quem é apaixonado há anos. Um dia, pressionado para que enfim se declare, ele se enrola e acaba recebendo uma oferta para que escreva um texto sobre suas viagens, que será analisado por Darcy. Como consequência, ela o envia para realizar uma matéria no Triângulo das Bermudas, onde ficará por três semanas. Só que, ao chegar lá, seu barco é tragado por uma forte tempestade, que o leva à cidade de Lilliput, onde as pessoas são bem pequenas. Inicialmente Gulliver é considerado uma ameaça, mas aos poucos conquista a simpatia dos moradores locais e modifica por completo sua rotina.
História: Adaptar uma história escrita por Jonathan Swift no século XVIII, nos dias atuais, foi com certeza uma ideia excelente, mas até sair do papel, o que era pra ser uma comédia de primeira, acabou se transformando em um infantil de primeira, com diversas cenas que agradariam apenas as crianças que estiverem na frente das telonas. Outras coisa que também foi bizarra, é no ínicio do filme Gulliver não conseguir chamar Darcy para sair, e quando já está em Lilliput, dar conselhos amorosos ao seu novo amigo Horatio (Jason Segel) como se fosse um expert, acho que esses conselhos poderiam ser um pouco menos 'exagerados' (ou não).
Elenco: Infelizmente Jack Black não adiciona nada em seu novo personagem. Com o mesmo estilo de filmes anteriores, parece que está apenas mudando de nome e de filme, por que características de um novo personagem, não encontramos em nenhum momento. Isso é realmente lamentável se for ver que é um grande ator.
Trilha Sonora: Para mim o melhor com certeza foi ter o prazer de ver a população de Lilliput fazendo um cover de Kiss. Mas já a música que marca o fim de Gulliver em Lilliput poderia ser evitado, principalmente fazer uma versão português daquilo. Lamentável.
Humor: É o pior do filme (não posso dizer do 3D, então o humor continua sendo o pior), já que são raros os momentos que você solta uma risada, de leve que seja. Talvez a parte mais engraçada é quando o personagem principal, com todo o seu tamanho gigantesco, urina para salvar o rei de um incêndio, e se tornando a partir desse momento o grande herói.
O que fica: Talvez a citação de vários clássicos, como Avatar, Titanic e outros.
O que não fica: A atuação de Jack Black. Lamentável.

Resenha de ..... disponível em http://overshock.blogspot.com/2011/02/resenhas-de-filmes-9-as-viagens-de.html


Assistir Online:
Watch live streaming video from tvgigaturbo at livestream.com
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Análise do texto: "Ensino de História: fundamentos e métodos"

Retificação de Registro Civil - (Via administrativa)

Orientações básicas para inventário extrajudicial